OS CRISTAIS E OS CHAKRAS

 

Saiba mais sobre Cristais e Chakras

1. Primeiro Chakra ou Chakra Básico:

Localização: base da coluna vertebral, logo acima dos órgãos reprodutores, relacionando-se diretamente com os membros inferiores e com os instintos físicos. É por ele que nos conectamos com o solo e com o mundo exterior.

Pedras e minerais utilizados: galena, granada, hematita, jaspe vermelho, madeira petrificada, magnetita, obsidiana, ônix, quartzo vermelho e turmalina preta.

  • Quando este chakra está desequilibrado a pessoa pode sentir: irritação, raiva, constipação, impotência sexual, desânimo, medo de viver, etc.

2. Segundo Chakra ou Chakra Esplênico:

Localização: abaixo do umbigo, distante aproximadamente três a quatro centímetros. Relaciona-se com a criatividade, produção de adrenalina, energia sexual. Estimula o amor do indivíduo pelas coisas da Terra e pela Natureza em geral.

Pedras e minerais utilizados: calcita laranja, coral, cornalina e opala de fogo.

  • Quando este chakra está desequilibrado a pessoa pode sentir: ciúmes, possessividade, dores na coluna, desenvolvimento de disfunções do sistema urinário, do útero e problemas sexuais.

3. Terceiro Chakra ou Chakra do Plexo Solar:

Localização: aproximadamente cinco centímetros acima do umbigo. Relaciona-se com a energia emocional e tem íntima ligação com o ego do indivíduo.

Pedras e minerais utilizados: âmbar, calcita amarela, citrino natural, enxofre, pedra do sol e topázio imperial.

  • Quando este chakra está desequilibrado a pessoa pode sentir: irritação, falta de vontade, contrair distúrbios alimentares, sentir-se o dono da situação, ter medo, ter ódio, enjôo estomacal, etc.

4. Quarto Chakra ou Chakra Cardíaco:

Localização: Entre os mamilos, no centro do peito. Está associado com o timo e nele se concentra a energia do Amor Incondicional. A saúde e a vitalidade individual tem muito a ver com este chakra.

Pedras e minerais utilizados: ágata musgo, calcita rosa, calcita verde, esmeralda, malaquita, opala, pedra da lua, quartzo rosa, quartzo verde ou aventurina/fucsita, turmalina rosa e turmalina verde.

  • Quando este chakra está desequilibrado a pessoa pode sentir: raiva, depressão, angústia, irritação, ter problemas de coração e melancolia amorosa.

5. Quinto Chakra ou Chakra Laríngeo:

Localização: abrange a área da garganta e está associado à tireóide, portanto relaciona-se com o metabolismo do corpo. Responde pela verbalização, expressão da verdade interior do indivíduo.

Pedras e minerais utilizados: ágata azul rendada, água marinha, amazonita, calcita azul, quartzo azul, turquesa e calcita azul.

  • Quando este chakra está desequilibrado a pessoa pode sentir: Dificuldade ao se expressar e extravasar suas emoções.

6. Sexto Chakra ou Chakra Frontal:

Localização: entre as sombrancelhas. Este chakra é chamado também de terceiro olho ou terceira visão. Está relacionado com a hipófise e que também responde pela concentração, memória, imaginação e visualizaçãoes do indivíduo.

Pedras e minerais utilizados: apatita azul, azurita, cianita, howlita azul, lápiz lázuli, sodalita.

  • Quando este chakra está desequilibrado a pessoa pode sentir: Distúrbios oculares, auditivos, desconcentração, dor de cabeça, etc.

7. Sétimo Chakra ou Chakra coronário:

Localização: no topo da cabeça, também chamado coroa. Tem relação com a glândula pineal e faz conexão direta com a espiritualidade, com o ego superior e meditação.

Pedras e minerais utilizados: ametista, cristal de quartzo, dolomita e pirita.

  • Quando este chakra está desequilibrado a pessoa pode sentir: Depressão, desânimo, sem qualquer motivação ou inspiração.

 

Anúncios
Publicado em Chakras | Deixe um comentário

OS CRISTAIS E A ABUNDÂNCIA


brutas_servicos

Quanto mais a ciência avança, mais cientifica a validade e a importância de elementos da natureza, que aí estão para auxiliar a humanidade em sua evolução. É o caso dos florais, dos cristais, e outras formas de tratamento que a natureza oferece, antes olhadas com certo despeito e insegurança, relegadas, como forma de ajuda e mesmo de cura, a um segundo plano.

Sabemos que os cristais não são só objetos de adorno, por serem lindos, nem amuletos que, carregando-os, nos livrariam de maldades a nós direcionadas. Na verdade, as frequências emitidas por eles (cada um com sua particularidade) é que comunicam um quantum de luz, e fazem o trabalho que lhes compete. Nosso corpo também emite frequências, as quais em ressonância com os cristais, na forma de uso pessoal ou de elixir, desempenham um trabalho de transmutação de energias. Dessa forma, na ajuda à humanidade, mostram a que vieram.

Cada elemento do universo não está aí por acaso. Todos têm seu trabalho, sua missão, embora em muitos casos, não saibamos ainda, de que se trata. Certamente nos falta entendimento para compreender os mistérios ocultos em cada ser. Por vezes, podemos usar nossa intuição, não sabemos o porquê, mas a empatia por determinada pedra, aflora, e nos identificamos com a mesma. Na verdade, ela também sintonizou conosco e nos escolheu para ser companheira, até a necessidade de resolver nossas dificuldades e quando conclui se vai, às vezes desaparecendo; noutras, damos a alguém, ou ainda nos encantando por outra pedra.

Cumpriu conosco ao que veio, e irá continuar a cumprir com os demais. Histórias traumáticas, emocionais ou cármicas, “derretem-se” à sua luz que é pura, dissolvendo o trauma ou bloqueio arraigado nos chakras, ou noutros pontos sutis do nosso corpo extrafìsico. Nada pedem em troca. É um trabalho silencioso, de bem, que só a nossa imensa gratidão pode recompensá-las. Não que elas precisem disso, fariam da mesma forma, mesmo sem reconhecimento.

Mestras da evolução. Exemplos! Mostram-nos o caminho através de suas frequências cristalinas, fazendo-nos retornar. Muitas delas só agora emergiram para a superfície do planeta. É que só neste momento, a humanidade está pronta para utilizá-las, necessita da mesma e é capaz de identificá-la e fazer uso. São sábias! Contém largas informações em seu seio, podendo passar esse conteúdo, aos que desenvolverem a perspicácia de perscrutar.

As civilizações atlantes, egípcias, lemurianas, faziam uso em larga escala, dessas preciosas dádivas, que o tempo deixou para trás. O desenvolvimento da tecnologia submeteu-as ao esquecimento. Alguns poucos mortais entram em contato, mas elas continuam as mesmas no seu propósito de ajuda. Dão força interior, determinação, perseverança. Trabalham aspectos espirituais, verbalização de pensamentos, são calmantes, equilibradoras, limpam o medo, a falta, a escassez. Promovem a abundância, onde as que estão ligadas a esse particular cumprem seu propósito. Impossível qualificá-las por inteiro. As suas funções são tantas, que se faz necessário pesquisar em bibliografia existente.

Segundo Berenice de Lara, as pedras que trazem vibrações de prosperidade são: âmbar, olho de gato, rubi, safira, topázio, turquesa. A que modifica o padrão de ganância: crisoprásio.

Para rituais de prosperidade: ágata musgo, jaspe sanguíneo. Atrai riqueza: olho de tigre, topázio, rubi. Ajuda a conquistar fortunas perdidas: olho de gato. Boa sorte nos negócios (colocar na caixa registradora, dentro da bolsa): jaspe sanguíneos, malaquita, pirita.

Elas podem ser usadas, na mão, no bolso, na bolsa, nos locais de trabalho, na água de beber, em forma de elixir, nos chakras. Devem ser limpas e energizadas, para tirar as energias desqualificadas deixadas por outra (s) pessoa (s).

Cuide bem de seu cristal. Escolha-o como se escolhe um amigo. Trate-o com carinho e ele corresponderá.

As pedras da prosperidade promovem e reconectam com a abundância. Ajudam a recuperar questões perdidas, oportunizam negócios justos para ambas as partes. São guardados por gnomos, fadas, silfos e todos os elementais guardiões dos tesouros subterrâneos.

Reis, rainhas, papas, duques, duquesas, nobres em geral usaram e usam cristais em suas coroas, mitras, cajados…, como símbolo de poder. Faraós as usavam, não só como identificação de nobreza, mas como curação.

São também de grande valia em computadores, relógios, aparelhos de ressonância magnética…

Na sintonização com cristais, podemos captar informações valiosas armazenadas por sábios, há milênios, cujo objetivo era transmitir conhecimento, que de outra forma não sobreviveriam às catástrofes. Cada um dependendo do formato e número de faces podem ser chamado de: professores, amigos, mestres, arquivistas.

Todos estão para trabalho, cada qual na sua configuração, facilita a reorganização dos vórtices de energia, dos meridianos, das linhas energéticas sutis, promovendo o reequilíbrio e a abundância em todos os aspectos.

Fonte: Elixires de Cristais – Novo Horizonte da Cura Interior

Publicado em Cristais | 4 Comentários

APRENDA A PROGRAMAR SEUS CRISTAIS

programar_cristais

*Mensagem da terapeuta Karina Sensales

Os cristais são seres especiais que possuem um grande poder energético. Quando tratados com respeito, carinho e cuidados, se tornam grandes aliados em trabalhos holísticos e de curas do corpo físico, espiritual, mental e emocional. Para aproveitar ao máximo as propriedades terapêuticas dos cristais, é necessário saber programá-los, dessa forma, abrimos um canal de comunicação com eles, estimulando-os a cooperarem conosco e nos doar suas propriedades nos objetivos estabelecidos. Quando iniciamos essa comunicação, passamos a “conversar” com os cristais e percebemos, através dos pensamentos/intuição, orientações e respostas para as situações tratadas. É um caminho mágico e transformador o trabalho com cristais. Esses seres nos cativam e despertam em nós sentimentos puros e elevados.

Ao comprar um cristal, o primeiro passo é limpá-lo. Existem várias formas de limpar um cristal e acredito que a mais adequada é aquela que lhe cai bem ao coração. Sempre penso que os cristais são seres vivos e que faço com eles exatamente o que gostaria que fizessem comigo. Expor os cristais, durante muito tempo, ao sol ou à luz da lua, pode ser prejudicial para as suas propriedades energéticas. Alguns, inclusive, podem perder sua coloração quando expostos à luz solar por muito tempo. Portanto, faça sempre uso da moderação e do bom senso. Outra questão delicada é deixar os cristais de molho em sal grosso. Algumas pedras se dissolvem e podem ter a sua estrutura alterada por causa dessa prática. Dentre os vários métodos que existem, eu opto sempre por limpá-los em água corrente, colocando a intenção verdadeira de limpeza, visualizando o processo. Outra forma que também pratico é enterrá-lo na terra por algumas horas e deixá-los energizar com a força da Mãe Terra. Como disse, escolha o método que mais lhe parece confortável, mas limpe sempre os seus cristais.

Após efetuar a limpeza energética dos seu cristal, segure o cristal na mão e o imagine envolvido numa luz. Diga em voz alta:

– Eu dedico este cristal ao mais elevado bem de todos. Que ele seja usado em nome da luz e do amor.

Segure-o entre suas mãos e sinta a energia que vai fortalecendo-se. Muitas vezes, é possível sentir ondas ou frio/calor nas mãos. Firme em sua mente a intenção para o qual deseja usá-lo e mantenha-se nesse estado por alguns minutos. Nesse momento, pode haver uma comunicação entre você e o cristal através de pensamentos espontâneos que surgem na mente ou através de sentimentos que brotam ao coração. Converse com o seu cristal, especifique qual o seu objetivo. Seja detalhista e claro para que ele compreenda seu objetivo e se estabeleça uma conexão entre vocês. Quando estiver sintonizado com o cristal, diga em voz alta:

– Eu programo esse cristal para (descreva seu propósito).

Após esse momento, passe a carregar o cristal no bolso ou num local no qual você possa vê-lo com frequência. Durante alguns dias, veja-o de duas à três vezes, fortalecendo, através do pensamento, sua intenção para com ele. Caso sinta necessário, repita a programação mais algumas vezes.

Compreenda que os cristais são seres iluminados que possuem muitas propriedades curativas e transformadores, podendo trabalhar as nossas energias e nos auxiliar nos processos de cura e transformação. Saber usá-los é um processo que requer entrega e sentimento. Entre nessa aventura e descubra as maravilhas cristalinas!

Namastê.

Publicado em Cristais | Deixe um comentário

LIMPEZA DE AMBIENTES

LIMPEZA DE AMBIENTES

limpeza_ambientes
O sal grosso tem a propriedade de absorver toda e qualquer energia negativa acumulada e é bem fácil de usar: coloque um punhado bem generoso de cristais de sal em um balde com água e passe por toda a casa. Lembre de ter especial atenção nos cantos e teto, e comece de dentro para fora da casa, ok?

Depois do ambiente todo ser bem “limpo” é importante colocar pontos de força de energias positivas para HARMONIZAR os ambientes e trazer equilibrio para a casa. Abaixo seguem algumas sugestões para os diversos ambientes.

Porta da casa – é muito bom colocar um ônix que filtra a carga energética negativa, não permitindo que ela entre. O local pode ser atrás ou na lateral do batente da porta, de preferência do lado esquerdo de quem está dentro da casa.

Sala – a druza de quartzo branco traz um ponto de força e apoio a quem vive na casa. Escolha um local de destaque para que a influência energética da druza abranja toda a sala.

Quarto – quartzo rosa para o quarto de casal (manter o relacionamento cheio de amor incondicional); quartzo branco para quarto de solteiro que busca a evolução pessoal; ou o quartzo verde ainda no quarto de solteiro para o equilíbrio e bem-estar do corpo físico. Posicione o quartzo na cabeceira da cama, em qualquer das situações.

Cozinha – uma pirita é muito usada como amuleto para trazer riqueza e prosperidade. Coloque-a numa prateleira ou no batente da janela.

Banheiro – use o cristal de sal (o sal marinho ou sal grosso), na pia ou bancada para manter o ambiente limpo energeticamente.

Para PROTEGER o ambiente, a indicação é utilizar a AMETISTA, tanto em ambiente familiar como empresarial. Ela possui uma propriedade em particular: canaliza e destrói a energia negativa do ambiente. O ideal é utilizar um pedaço da pedra em estado bruto. Recomenda-se colocar pedras na terra dos vasos de plantas espalhados pela casa. São ótimas para proteger todos os ambientes.

Abraço carinhoso e até a próxima,

Malu

Publicado em Limpeza de Ambientes | Deixe um comentário

Aprofundando o Conhecimento sobre os Chakras (parte 2)

7º Chakra: SAHASHARA, da Cabeça ou da Coroa

O Chakra da Coroa possui 960 raios ou pétalas, por este motivo é chamado na Índia de Lótus de Mil Pétalas.

A maioria das pessoas coloca que este chakra está localizado no topo da cabeça, bem no centro. Muitos outros dizem que é além do topo da cabeça que se encontra este chakra. No campo físico, está sutilmente relacionado ao funcionamento do cérebro e à glândula pineal. No entanto, há quem afirme que ele não se liga a nenhum órgão, pois já transcendeu os limites do corpo.

Estudiosos falam que o chakra da cabeça está localizado no centro do crânio, abrindo-se em forma de funil para o universo. Na arte sacra, esta chakra é normalmente representado como um anel ou halo no topo da cabeça dos santos e dos apóstolos. Este halo representa normalmente, a ligação entre a pessoa e o divino ou a inteligência superior de Deus.

O princípio fundamental que rege esta chakra relaciona-se com o SER, com a existência e com a compreensão profunda da missão do homem na Terra.

Daí que as cores que lhe estão associadas são o violeta, o lilás ou o branco (que simbolizam a ligação entre o homem e o universo e entre o homem e Deus), que simbolizam ideais como a devoção religiosa e a meditação transcendental.

Este chakra é ainda considerado como sendo o centro mais importante do corpo humano, fazendo a união entre a energia cósmica e os restantes chakras inferiores ou terrenos. E ao recebermos a energia universal, esta entra sempre pelo chakra da cabeça, espalhando-se em seguida aos chakras inferiores.

Neste chakra reside a realização espiritual e a essência do ser. É o mais refulgente de todos e quando está em plena atividade vibra com inconcebível rapidez. Contém todos os matizes, embora predomine o violeta.

É considerado como o centro de força mais importante por ser o elo de ligação entre a mente espiritual e cérebro físico, sendo o centro responsável pela sede da Consciência Superior. Através dele que recebemos a Luz Divina.

À medida em que a pessoa desenvolve boas qualidades e princípios espirituais de nível superior, ele se transforma num sol fulgurante.

Não possui um elemento relacionado, somente o plano de energia cósmica. Desenvolvido, proporciona o despertar da consciência plena, a comunhão com o divino e a percepção além do tempo e espaço. Em desequilíbrio, nos afasta do sentido espiritual da vida, traz alienação, confusão, induz à depressão e À falta de inspiração. Demasiadamente ativado, revela prepotência, arrogância e medo da morte.

As estátuas do Senhor Budha, principalmente as de Todaiju, em Nara/Japão, erigida em 749, apresenta o Chakra Coronário situado no auto da cabeça, envolvido por uma grinalda de chamas esculpidas em pedra. Até hoje, a Igreja Católica e os Indianos, entre outros, costumam pintar seu Santos e Divindades com uma auréola de luz dourada em torno da cabeça.

Para acessá-lo, imagine uma coroa nas cores violeta, branca ou dourada. Bom ter perto um cristal de quartzo transparente ou rutilado, diamante ou ametista.

Essências florais: angélica, lótus, tulipa estrelada.

Óleos essenciais: lótus, alfazema, violeta, elemi.

Aromas capazes de estimular a energia do chakra coronário: alecrim, bergamota, hortelã, gerânio, jasmim e rosa.

Aromas capazes de acalmar a energia do chakra coronário: lavanda, olíbano ou mirra.

Tratamento de: psicopatias, desconexão com a realidade, agresividade, alucinações e problemas de ordem cerebrais diversos.

Pedras Semipreciosas e Cristais: diamante, quartzo transparente, cristal arco íris (boreal), cristal rutilado de dourado, ametista, safira violeta, calcita ótica, howlita, pedra do sol, pedra da estrela, pirita.

Bjokas e até o próximo post, que será sobre o 6º chakra!

Publicado em Chakras | Deixe um comentário

Aprofundando o Conhecimento sobre os Chakras (parte 1)

Nestes próximos posts, serão dadas mais informações sobre os chakras. Na primeira parte, uma breve introdução sobre seu significado e, à medida que formos avançando, um por um será explicado para que você entenda sua importância e possa cuidar ainda mais do seu bem estar e equilíbrio, em todos os sentidos. Boa leitura!

A palavra Chakra vem do sânscrito e significa Rodas de Luz… Círculos de Luz.

Os Vedas (5.000 a.C.) contêm os mais antigos registros sobre chakras de que se tem notícia. Quando foram escritos, o Yoga já sistematizava o conhecimento e o trabalho energético dos chakras, e segundo a filosofia iogue, chakras são nadis (canais dentro do corpo humano) por onde circula a prana (energia vital) que nutre órgãos e sistemas.

Chakras são percebidos como vórtices, redemoinhos ou espirais de energia vital girando em alta velocidade, vibrando em pontos vitais de nosso corpo. Através dos chakras, nosso corpo etéreo se manifesta mais intensamente no corpo físico. Existem milhares de canais ou rotas de energia vital no corpo humano. Cada um desses chakras (ou canais) está em estreita correspondência com nossas funções físicas, mentais, vitais ou espirituais.

Para os hindus os nadis são sagrados, é por meio da “Sushumna” que o yogi deixa o seu corpo físico, entra em contato com os planos superiores e traz para o seu cérebro físico a memória de suas experiências. Eles acreditam que nosso corpo físico tem uma ligação sutil com o mundo astral, e que através do desequilíbrio da energia vital as pessoas adoecem e acabam obstruindo esta ligação com o Divino, sendo esta uma forma de explicar a relação entre as doenças e as crises emocionais.

Em um corpo saudável, todas essas espirais giram a uma grande velocidade, permitindo que a energia flua para cima por intermédio do sistema endócrino. Se uma dessas espirais começa a diminuir a velocidade de rotação, o fluxo de energia fica inibido ou bloqueado, resultando no desequilíbrio que leva às doenças e a um envelhecimento mais rápido.

É muito comum ver pessoas que acabam somatizando e transformando energias negativas, depressão, raiva, solidão, em doenças físicas, como cânceres e outras mais graves.

Então, bom saber que nosso corpo físico tem pontos, que quando ativados, fazem fluir a energia vital e podem nos trazer mais alegria e, principalmente, mais saúde. Uma forma de fazer isso é através da energia reiki, que desbloqueia e reequilibra essas energias. É através dos nadis (meridianos) – caminhos invisíveis dentro do nosso organismo – que a energia vital caminha por todo o nosso corpo e chega aos chakras, em pontos que concentram vibrações mais específicas, conforme veremos nas próximas postagens.

Abraço carinhoso e até a próxima 😉

Publicado em Chakras | Deixe um comentário

APRENDA MAIS SOBRE OS CRISTAIS


Tudo no Universo é energia, energia é vibração. Os cristais são capazes de receber, de conter, de projetar, de emanar, de refratar e de refletir luz, a forma mais elevada de natureza superior e podem ser usados em conjunto com outras energias conhecidas no universo físico. Eles representam o poder da terapias, tendo uma afinidade especial com a terapia de cores.

A energia que sai dos cristais é uma composição dos elementos da natureza e dos raios vibracionais. Transmitem uma espécie de raio que é absorvido pelo corpo físico. Esses raios absorvidos pelo corpo desbloqueiam e alinham os chakras, que são os sete centros de energia que as todas as pessoas tem.

Os cristais podem ser usados nas práticas de meditações e visualizações. Eles trazem energia vibracional de alta frequência, amplificado e focalizado nas energias naturais do corpo e da mente.

Os cristais, corpos sólidos e abundantes na natureza, sempre foram conhecidos pela sua beleza e pelo seu poder de cura. Desde os tempos mais remotos, os cristais exercem uma profunda influência nos homens que os têm utilizados na procura do equilíbrio físico, vital, emocional, mental e espiritual.

Na milenar Índia, por exemplo, os cristais sempre foram usados como adorno na Medicina Ayurvédica e como pedra da sorte e harmonização Astrologia Védica.

Acredita-se também que os cristais eram muito utilizados no extinto continente da Atlântida, onde eram ferramentas básicas em todas as áreas da sociedade, desde construções de casas até curas espirituais.

Os gregos consideravam os cristais como o terceiro olho da Terra e os romanos utilizavam para os rituais de captação de energia do cosmos. Os povos indígenas das Américas, como os cherokees, navajos, hopis, dentre outros, sempre souberam usar as propriedades curativas dos cristais. Os povos da Amazônia também os utilizavam para curas e proteção das tribos, existindo até uma lenda indígena: “A Lenda dos Cristais”, que em outra oportunidade, postarei aqui no blog.

Além dos minerais existentes nos cristais serem substâncias essenciais à vida, os cristais também possuem uma estrutura atômica, agindo tanto no equilíbrio mineral quanto no equilíbrio energético dos seres vivos, sejam eles seres humanos, animais ou vegetais, ou seja, não é algo fictício, e sim algo que se pode comprovar cientificamente.

Os cristais, quando bem manipulados, auxiliam nos planos físico, mental e espiritual, comunicando-se com o ser humano por meio da sua aura. As pedras desbloqueiam, liberam e reequilibram energias e emoções, aliviando sintomas negativos ou aflorando memórias e sensações importantes para o desenvolvimento pessoal. De cada cristal tira-se um proveito específico. Eles abrem os canais intuitivos, fortalecem, harmonizam e trazem harmonia para a vida de quem os utiliza.

O uso dos cristais para cura deve ser constante e de forma preventiva, a longo prazo, e não circunstancial. Além disso, não tem nenhum efeito nocivo por ser totalmente natural.

(Agradecimentos ao colaborador do texto: José Geraldo Guimarães)

Publicado em Cristais | Deixe um comentário